Tamanho do texto

Local terá 150 camas, cozinha e banheiros químicos e será administrado pelo poder municipal e pela Cruz Vermelha

Criança caminha em direção ao centro de imigrantes em Roma
AP
Criança caminha em direção ao centro de imigrantes em Roma

A Prefeitura de Roma começou a montar um campo de acolhimento temporário para os solicitantes de refúgio que estão acampando no lado de fora da Estação Tiburtina.

Leia também:

Quase 1,3 mil dos 6,7 mil imigrantes socorridos em alto mar chegam à Itália
Papa pede a presidente da Itália ajuda a imigrantes; 950 morreram no mar em 2015

O local terá 150 camas, cozinha e banheiros químicos e será administrado pelo poder municipal e pela Cruz Vermelha. Enquanto isso, a Prefeitura continuará buscando um edifício vazio que possa ser adaptado de forma definitiva para o recebimento de imigrantes.

A cerca de 100 km por mar da África, a Itália é a principal porta de entrada para clandestinos na Europa. Atualmente, o país tenta forçar a União Europeia a aprovar um plano de redistribuição desses estrangeiros por todos os membros do bloco.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.