Tamanho do texto

Tropa americana vai treinar forças locais para combater o grupo extremista Estado Islâmico

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou nesta quarta-feira (10) que enviará 450 soldados ao Iraque com a função de treinar forças locais que combatem o grupo extremista Estado Islâmico (EI, ex-Isis).

Leia mais:

Imagens exclusivas mostram brutalidade e opressão da vida sob Estado Islâmico

Terroristas do Estado Islâmico dominam central elétrica de Sirte, na Líbia

 Obama afirma que as tropas vão treinar forças locais para combater o EI
Reuters
Obama afirma que as tropas vão treinar forças locais para combater o EI

A decisão foi tomada após um pedido do primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, que se reuniu com Obama às margens do G7, na Alemanha. Fontes do Pentágono disseram à imprensa norte-americana que os soldados atuarão na região noroeste de Bagdá para apoiar as forças locais que tentam reconquistar a cidade de Ramadi.

Recentemente, Obama tinha admitido que a estratégia dos EUA na luta contra o EI estava "incompleta" e que deveria ser acelerada e mais eficiente. Os novos 450 militares se unirão aos três mil oficiais norte-americanos que já estão em solo iraquiano com funções de treinamento e aconselhamento, sem nenhum papel no campo de batalha. O último envio de tropas dos Estados Unidos ao Iraque tinha sido em novembro, de 1,5 mil soldados.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.