Tamanho do texto

Total de feridos é de quase 18 mil, segundo os dados oficiais divulgados pelo governo do país asiático, neste domingo (10)

O número de mortos pelo terremoto que assolou o Nepal há 15 dias já é superior a 8 mil, de acordo com os dados mais recentes divulgados pelo governo nepalês, neste domingo (10). O total de feridos chega perto dos 18 mil.

Leia mais:
Número de mortos em tremor no Nepal sobe para 7,9 mil

Os dados mostram que foram contabilizados exatos 8.019 mortos e 17.866 feridos, a maioria dos distritos de Sindhupalchowk, ao norte da capital nepalesa, e da região administrativa de Katmandu, informou o Centro Nacional de Operações de Emergência em sua conta no Twitter.

O governo nepalês calcula em 290,8 mil o número de construções totalmente destruídas e em pelo menos 251,8 mil as que ficaram parcialmente destruídas. O tremor, em 25 de abril, chegou a registrar 7,8 graus de magnitude na escala Richter.

Leia também:
Nepal vai reconstruir país com casas à prova de terremoto
Criança indiana quebra cofrinho para ajudar vítimas de terremoto no Nepal
Nepal afasta possibilidade de encontrar mais sobreviventes após terremoto
Vídeo mostra devastação em distrito próximo a epicentro de terremoto no Nepal

A Organização das Nações Unidas (ONU) prevê que 8 milhões de pessoas necessitem de ajuda, sendo 3 milhões de alimentos. O órgão pede US$ 415 milhões de ajuda humanitária do exterior – dos quais, por ora, só arrecadou 10%, segundo o Gabinete para a Coordenação dos Assuntos Humanitários da entidade.

O terremoto de duas semanas atrás foi o maior tremor de terra no Nepal dos últimos 80 anos e o pior na região do Himalaia da última década. Em 2005, um fenômeno do tipo causou a morte de mais de 84 mil pessoas na Caxemira, região dividida entre a Índia, a China e o Paquistão.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.