Tamanho do texto

Até o momento, de acordo com informações do Ministério do Interior do Nepal, tremor deixou 7.365 mortos e 14.365 feridos

Dois dias após autoridades nepalesas declararem que não havia mais a possibilidade de encontrar sobreviventes após o terremoto que devastou o país em 25 de abril, duas pessoas foram resgatadas com vida dos escombros de edifícios situados nos vilarejos de Sirdibas e Chhekampar, no distrito de Gorkha.

Ontem:  Mortos em terremoto no Nepal passam de sete mil

Sobrevivente de terremoto brinca com seu filho em Kathmandu, Nepal (28/04)
AP
Sobrevivente de terremoto brinca com seu filho em Kathmandu, Nepal (28/04)

Leia todas as notícias sobre o terremoto no Nepal

A informação é do jornal local "The Himalayan Times", segundo o qual os indivíduos salvos são um porteiro de 60 anos, Pemba Chhewang, e uma freira de 23, Tenjing Doma. Ambos foram levados de helicóptero a um hospital.

Não se sabe muitos detalhes sobre os resgates, mas é certo que a presença da mulher nos escombros de um mosteiro já havia sido descoberta há alguns dias, mas apenas nesta segunda-feira (4) uma equipe de socorristas conseguiu chegar ao local com as máquinas necessárias para salvá-la.

"A sua saúde piorava dia após dia, e ela se salvou por milagre", declarou Hwang Sando Lama, jovem que acompanhara o resgate da freira.

Até o momento, de acordo com o Ministério do Interior do Nepal, o terremoto deixou 7.365 mortos e 14.365 feridos. No último final de semana, outros três sobreviventes já haviam sido retirados de escombros provocados pelo tremor, inclusive um idoso de 100 anos.