Tamanho do texto

Mulher teria sido infectada após ter tido relações sexuais com um homem que apresentou alguns sintomas da doença que tem como vetor o Aedes aegypti, que transmite a dengue

Estadão Conteúdo

Zika vírus está associado ao aumento dos casos de microcefalia e à Síndrome de Guillain-Barré
iStock
Zika vírus está associado ao aumento dos casos de microcefalia e à Síndrome de Guillain-Barré

Autoridades da Argentina afirmaram nesta sexta-feira (26) que foi detectado o primeiro caso de transmissão do zika vírus dentro do país, aparentemente transmitido por relação sexual.

O Ministério da Saúde na província de Córdoba disse que a mulher infectada com o vírus não tem registro recente de viagem. Segundo a pasta, a razão mais provável é que o zika tenha sido transmitido por meio de relações sexuais que a paciente teve com um homem que apresentou sintomas do vírus após viajar para a Colômbia.

O zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti – também vetor da dengue e febre chikungunya –, está associado ao aumento dos casos de microcefalia em bebês e à Síndrome de Guillain-Barré, doença neurológica que pode causar fraqueza e paralisia dos músculos, podendo provocar a incapacidade total dos braços e pernas, e se não cuidado pode levar à morte.

Veja também: Está grávida? 10 cuidados para se proteger do zika vírus


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.