Tamanho do texto

Devido ao surto de zika vírus, companhia dará um novo nome para o veículo, que será lançado ainda com nomeação antiga

Campanha publicitária já estava pronta para o lançamento do novo modelo da Tata Motors
Reprodução/Tata Motors
Campanha publicitária já estava pronta para o lançamento do novo modelo da Tata Motors

A montadora indiana Tata Motors resolveu mudar o nome de seu último lançamento devido ao atual surto do zika vírus. A fabricante de automóveis lançará o novo Zica em uma exposição em Nova Déli, na quarta-feira (3), mas já informou que vai dar um novo nome para o carro "daqui a algumas semanas".

Em comunicado divulgado nesta terça-feira (2), a Tata Motors afirmou que é uma "companhia socialmente responsável" e, por isso, decidiu pela mudança de nome do modelo hatch. "O acrônimo do carro era 'ZICA', derivado de 'Zippy Car'. Solidários ao sofrimento causado pelo recente surto do zika vírus em muitos países, a Tata Motors, como companhia socialmente responsável, decidiu renomear o carro", informou a montadora no comunicado.

"O novo carro será mostrado ao público pela primeira vez na Auto Expo 2016, em Nova Déli, de 3 a 9 de fevereiro. Ainda terá o rótulo 'Zica' durante o evento, mas o novo nome será anunciado daqui a algumas semanas, garantindo que todas as questões relacionadas a consumidores/marca sejam tratadas e os aspectos regulatórios sejam analisados."

Messi

O novo modelo hatch da Tata Motors já estava com a campanha publicitária pronta estrelando o jogador argentino Lionel Messi, com vários vídeos disponíveis em seu site. O lançamento do carro Zica era visto como uma tentativa da montadora indiana de buscar nichos mais altos do mercado.

A Tata Motors é hoje mais conhecida como a montadora que lançou os carros Nano, que estão entre os mais baratos do mundo, apesar de a montadora também ser dona de marcas sofisticadas como Jaguar e Land Rover.

Na segunda-feira (1º), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou que a microcefalia ligada ao zika vírus é uma emergência de saúde internacional.

O zika vírus já espalhou por mais de 20 países e territórios e, no momento, não há vacina ou medicamento para parar o avanço da doença. A única forma de evitar o zika vírus é evitar ser picado pelo mosquito vetor da doença, o Aedes aegypti .

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.