Tamanho do texto

Presidente afirmou que governo está disponibilizando todos os recursos necessários para eliminar o Aedes aegypit do Brasil

A presidenta Dilma Rousseff pediu nesta quinta-feira (28) a mobilização dos membros do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social para o combate ao mosquito Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da febre chikungunya e do vírus Zika.

Presidente Dilma Rousseff durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social nesta quinta-feira (28)
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Presidente Dilma Rousseff durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social nesta quinta-feira (28)

Durante reunião do Conselhão, ela disse que o governo está disponibilizando todos os recursos necessários para eliminar o mosquito no Brasil, com a mobilização das Forças Armadas

“Peço aos senhores e senhoras que mobilizem funcionários, seus companheiros de sindicatos, os fiéis de sua igreja, os colegas de trabalho e de escola, a família e os vizinhos. Afinal, o mosquito não pode ser mais forte que um país inteiro consciente de sua ameaça”, disse.

Ela lembrou que não há vacina para nenhuma das doenças transmitidas pela picada do mosquito, mas disse que os países do Continente Americano estão cada vez mais conscientes sobre essa questão, inclusive o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

"Essa vacina levará tempo, mas precisamos combater já, precisamos imediatamente combater a microcefalia, protegendo nossas mães e nossas crianças do mosquito transmissor do Zika. Precisamos eliminar o mosquito por todos os meios”, disse.

Este foi o primeiro encontro do ano do Conselhão, que reúne representantes da sociedade civil e empresários para debater medidas econômicas para o país.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.