Geraldo Alckmin

enhanced by Google
 

Geraldo Alckmin

Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho (Pindamonhangaba, interior paulista, 7 de novembro de 1952) é governador de São Paulo. O tucano, que ocupou o cargo pela primeira vez após a morte do ex-governador Mário Covas, saiu vitorioso das eleições de 2010 para o Palácio dos Bandeirantes.

Nome:Geraldo Alckmin
Nascimento:7 de novembro de 1952
Nacionalidade:Brasileira
Formação:Medicina
Partido:PSDB
Site oficial:www.sp.org.br
Redes Sociais

Médico anestesista formado pela Universidade de Taubaté, em São Paulo, Geraldo Alckmin, 57 anos, é casado com Maria Lúcia, com quem tem três filhos. Sua carreira política começou cedo, tornando-se vereador em sua cidade natal, Pindamonhangaba, quando tinha apenas 19 anos. Foi deputado federal constituinte pelo PMDB e ajudou a fundar o PSDB, partido pelo qual conquistou mandatos de vereador, prefeito de Pindamonhangaba, deputado estadual, deputado federal e vice-governador de Mário Covas, em 1994.

Entre 1991 e 1994, foi também presidente estadual do PSDB paulista. Herdou o cargo após a morte de Covas. Foi governador de São Paulo entre 2001 e 2006, quando disputou a presidência da República pelo partido, sendo derrotado por Luiz Inácio Lula da Silva.

Dentro de seu partido, Alckmin protagonizou uma disputa interna com o também tucano José Serra. A briga teve seu auge nas eleições de 2008, quando Alckmin se lançou candidato à Prefeitura de São Paulo e perdeu a disputa para o então prefeito Gilberto Kassab. O democrata, que havia chegado ao cargo como vice de Serra, conseguiu se eleger contando nos bastidores com a ajuda de seu padrinho político.

A trégua veio somente meses após a eleição, quando Alckmin aceitou o posto de secretário de Desenvolvimento do Estado, na época governado por Serra. Em 2010, integrou ao lado do antigo adversário a chapa eleitoral tucana - disputou com sucesso o governo paulista, enquanto Serra saiu derrotado da corrida presidencial.

Desde que assumiu, Alckmin vem dando sinais de que não tem planos de dar continuidade à administração de Serra no governo paulista. Ordenou a revisão de contratos e até mexeu na estrutura administrativa do governo, com a criação de algumas pastas e a extinção de outras.

 

Últimas Notícias

  • Todas as notícias

SAIBA MAIS

Ver de novo