Guia de profissões

Saiba tudo sobre 100 cursos e carreiras

Todas as profissões

Música

Profissões relacionadas ao curso: Arranjador, intérprete, instrumentista, maestro, sonorizador .

1. Sobre o curso

Instrumentista


Este profissional utiliza seu conhecimento de técnicas e fundamentos da música para tocar um ou vários instrumentos. Pode atuar como solista ou como integrante de orquestras, bandas e grupos instrumentais. Trabalha em espetáculos dirigidos ao público, como concertos e shows, e em estúdios, tocando em gravações artísticas ou publicitárias. Também pode dar aulas do instrumento que domina. Música se tornou disciplina obrigatória nas escolas desde agosto de 2011.

Principais áreas de atuação 


- Escolas
- Cursos livres
- Produtoras musicais
- Empresas de eventos
- Entidades ligadas à cultura
- Estúdios de gravação
- Editoras de partituras musicais

Topo

2. Ensino

Número de faculdades 175
Melhores cursos Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidade Federal da Bahia, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (São Paulo - SP)
Vagas disponíveis por ano 3.067
Duração do curso 4 anos
Candidatos 4.191
Candidatos/vaga 1,36
Formandos por ano 738
Topo

3. Estágio

Estágio obrigatório?    


Sim, para quem cursa licenciatura em Música.


Quem recruta estagiários    


- Instituições de ensino.
- Organizações que oferecem cursos de Música.

Melhor época do ano para procurar estágio  


Final de semestre, para começar a estagiar no início do semestre seguinte.


Momento ideal para iniciar estágio 


Para quem vai dar aulas, após o primeiro ano de curso, período em que se concentram as disciplinas teóricas.


Atividades do estágio  


- Observação das atividades em sala de aula e prática docente.
- Atuação como intérprete vocal ou instrumental.


Topo

4. Mercado

Profissionais no mercado 


Cerca de 800 mil músicos profissionais.

Exigências para atuar na profissão 


- Para o bacharel, domínio de um instrumento ou do canto.
- Para o licenciado, formação específica para o ensino de Música.

Regulamentação


Lei nº 3.857, de 22 de dezembro de 1960.

Ganho inicial (média mensal)  


- R$ 32,90 por hora para trabalho em casas de diversões, bares, hotéis e similares com vínculo empregatício.
- Para gravação de jingles e vinhetas, R$ 677 na primeira hora e R$ 338 para as demais.
- Um instrumentista ou cantor de coral que trabalha em eventos pode receber R$ 166 por hora trabalhada.
- O professor, cerca de R$ 1,5 mil.


Ganho escalão intermediário (média mensal)  


- Em orquestras, o músico pode ganhar cerca de R$ 4 mil.
- Para trabalhos avulsos, os cachês variam de acordo com o tipo de profissional, do trabalho a ser executado, do evento. Um cantor de casamento recebe cerca de R$ 1 mil por evento.

Ganho no auge (média mensal)  


- Em orquestras, em torno de R$ 8 mil.
- Músicos famosos podem ganhar R$ 100 mil.

Atividades do início de carreira  


- Para o músico, participação em gravações, apresentações em espetáculos, produção musical, entre outras.
- Quem dá aulas começa como auxiliar de ensino até chegar a professor titular.

Evolução da profissão  


- O músico profissional depende do talento e do reconhecimento público para evoluir na carreira,
podendo chegar a ter renome internacional.
- O professor de Música, com cursos de pós-graduação, pode se tornar coordenador de cursos e diretor de escolas e instituições educacionais.


Auge da carreira    


- É muito relativo, dependendo da boa formação do profissional, sua constante atualização, seu empreendedorismo, sua criatividade, seu empenho no aprimoramento musical.
- Há jovens que ocupam lugares importantes no mundo da música e na academia tanto quanto músicos que alcançam o auge na maturidade.


Dicas     


- O músico profissional deve estudar sempre, mesmo que esteja fazendo sucesso.
- Dominar as técnicas relacionadas ao ofício – por exemplo, saber ler partituras, independentemente do tipo de instrumento a que se dedica – é fundamental.
- É importante manter uma boa rede de contatos para conseguir boas oportunidades na carreira.

Topo
Fontes: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)/Ministério da Educação (MEC), dados de 2010; Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), dados de 2009;

Ordem dos Músicos do Brasil – regional São Paulo e regional Minas Gerais;

iG: https://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/musica+e+um+de+sete+novos+conteudos+obrigatorios+nas+escolas/n1300091697637.html

Especialistas entrevistados para compor o perfil da profissão:

Marli Batista Ávila, coordenadora do curso de Música Brasileira da Universidade Anhembi Morumbi.
Topo