Tamanho do texto

Cadastramento pode ser feito pelos interessados até as 23h59 de hoje; taxa cobrada é de R$ 165 e o valor pode ser pago até esta sexta-feira (1º)

Inscrições para o Vestibular 2018 da Unicamp serão encerradas às 23h59 desta quinta-feira
Creative Commons
Inscrições para o Vestibular 2018 da Unicamp serão encerradas às 23h59 desta quinta-feira

Termina nesta quinta-feira (31), às 23h59, o prazo para inscrições no vestibular 2018 da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas). O cadastramento tem de ser feito exclusivamente pela internet, por meio da página oficial da instituição na internet.

Leia também: STF retoma hoje julgamento sobre ensino religioso nas escolas

Para efetuar o cadastro, é necessário preencher o formulário eletrônico que estará disponível na página da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares) na internet. A comissão informa que o Vestibular Unicamp 2018 oferece 3.340 vagas distribuídas em 70 cursos. A taxa de inscrição cobrada é de R$ 165 e deverá ser paga pelos interessados até o dia 1º de setembro.

A primeira fase do vestibular está marcada para ser realizada no dia 19 de novembro e a segunda fase acontecerá nos dias 14, 15 e 16 de janeiro de 2018. Antes da primeira etapa, haverá provas de Habilidades Específicas para candidatos aos cursos de Música (no período de 11 a 18 de setembro – Etapa I e de 15 a 16 de outubro – Etapa II). Para os demais cursos que exigem provas específicas (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança), as provas de Habilidades Específicas ocorrerão no período de 22 a 25 de janeiro do ano que vem.

Leia também: Mais brasileiros das classes C e D estão se formando no ensino superior

A lista de leituras obrigatórias para o vestibular inclui obras como Poemas Negros, de Jorge de Lima; O Cortiço, de Aluísio Azevedo; Coração, Cabeça e Estômago, de Camilo Castelo Branco; Caminhos Cruzados, de Érico Veríssimo; e Terra Sonâmbula, de Mia Couto.

Além desses livros, também é exigida a leitura dos contos Amor, de Clarice Lispector; A hora e a Vez de Augusto Matraga, de Guimarães Rosa; Negrinha, de Monteiro Lobato; e O Espelho, de Machado de Assis.

Melhor do Brasil

No dia 20 de junho, a instituição britânica Times Higher Education divulgou seu ranking anual de qualidade das instituições de ensino superior do mundo. Neste ano, a Universidade Estadual de Campinas ultrapassou a USP (Universidade de São Paulo) como melhor universidade do Brasil.

Leia também: Em crise, universidades federais dizem só ter condição de funcionar até setembro

Em nota, o reitor da Unicamp, Marcelo Knobel, afirmou que o resultado representa orgulho para a instituição. “É um reconhecimento do árduo trabalho que aqui realizamos, para ter uma escola de excelência em todas as áreas que atua", disse. "Temos agora um esforço extra para, apesar da grave crise que estamos atravessando, conseguir manter essa posição no cenário internacional”, acrescentou.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.