Tamanho do texto

Ministradas pelo ILB (Instituto Legislativo Brasileiro), aulas serão gratuitas e abertas a qualquer cidadão; cadastro pode ser feito até 13 de agosto

ILB (Instituto Legislativo Brasileiro) é vinculado ao Senado Federal
Marcos Oliveira/Agência Senado
ILB (Instituto Legislativo Brasileiro) é vinculado ao Senado Federal

O ILB (Instituto Legislativo Brasileiro) abriu nesta segunda-feira (31) as matrículas para oito cursos a distância com tutoria. Os interessados podem efetuar as inscrições até o dia 13 de agosto. As aulas serão ministradas entre 21 de agosto e 29 de setembro.  O órgão educacional é vinculado ao Senado Federal.

Leia também: ProUni abre inscrições para lista de espera do segundo semestre

De acordo com o Senado , os cursos oferecidos são: Administração Pública Descritiva, Fundamentos de Ciência Econômica, Gestão do Conhecimento Legislativo, Licitação e Contratos Administrativos, Orçamento Público Avançado, Organização de Gabinete Parlamentar, Redação e Técnica Legislativa e Técnicas em Didática para Educação a Distância (EaD).

Todos os cursos terão carga horária de 60 horas e são gratuitos e abertos a qualquer cidadão. Entretanto, o ILB informa que terão preferência os servidores do Legislativo nas três esferas (federal, estadual e municipal), bem como de órgãos conveniados ao instituto.

Para ter direito à prioridade como servidor do Legislativo e de órgãos conveniados, o candidato deverá cadastrar seu e-mail institucional no Saberes – a plataforma dos cursos do ILB.

Leia também: Quadrilha que fraudava vestibular em Goiás é denunciada pelo MP

As confirmações de matrícula serão feitas via e-mail, no dia 14 de agosto. Os alunos selecionados precisam se comprometer a acessar os cursos pelo menos três vezes por semana e a realizar as tarefas planejadas. Esse procedimento é necessário para que consigam obter aproveitamento satisfatório e recebam o certificado de participação.

Informações adicionais podem ser obtidas por meio da página do ILB na internet.

Cursos técnicos

Termina nesta segunda-feira (31) o prazo para que os estudantes do ensino médio possam fazer a matrícula no programa MedioTec, do MEC (Ministério da Educação), que oferece 107.465 vagas em 131 cursos técnicos gratuitos, para alunos da rede pública de ensino. As aulas começam no dia 14 de agosto.

O investimento do governo federal no programa é de aproximadamente R$ 700 milhões. De acordo com o MEC , uma parte já foi executada neste ano e o restante será pago no próximo ano, já que alguns cursos têm duração maior e continuarão a ser ministrados em 2018.

Leia também: Em parceria com a Funai, UnB abre inscrições para vestibular para indígenas

Ainda de acordo com o Ministério da Educação, as vagas e os cursos foram definidos de acordo com as demandas de cada região. Segundo a secretária, foi feito um levantamento junto aos ministérios para saber as demandas do setor produtivo.


* Com informações da Agência Senado

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.