Tamanho do texto

Instituto criticou atuação do procurador Oscar Costa Filho e o acusou de "gerar tumulto" ás vésperas da prova; exame ocorre neste fim de semana

De acordo com o Inep,
Suami Dias/ GOVBA
De acordo com o Inep, "não há indicio de vazamento de gabarito oficial" do Enem; provas ocorrem neste fim de semana

Após a divulgação de relatório da Polícia Federal (PF) que aponta vazamento na prova de 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) divulgou nota à imprensa nesta quinta-feira (1º) criticando a atuação do promotor Oscar Costa Filho, do Ministério Público Federal (MPF) do Ceará.

LEIA MAIS:  Saiba tudo sobre o Enem

O Inep considera que houve vazamento de parte do inquérito da PF que investiga as quadrilhas que participaram de fraudes contra o Enem.  “Ao contrário do que informou o procurador Oscar Costa Filho, do Ministério Público do Ceará, o inquérito não foi concluído”, diz o material enviado.

“Os casos de tentativa de fraude identificados estão sob investigação e delimitarão a responsabilidade dos envolvidos. Não há indicio de vazamento de gabarito oficial. Como é de conhecimento público, a Polícia Federal já efetuou prisões de envolvidos na tentativa de fraude”, ressaltou o instituto.

O órgão afirmou ainda que “estranha o fato de que este procurador venha a público, mais uma vez, às vésperas da aplicação de provas do Enem , marcadas para os dias 3 e 4 de dezembro, gerar fatos que provocam tumulto e insegurança para milhares de estudantes inscritos”. O instituto lembra que o Costa Filho tem histórico de tentativas de impedir a realização do exame em anos anteriores.

LEIA MAIS:  Polícia Federal conclui que houve vazamento do Enem 2016

 O instituto, que é subordinado ao Ministério da Educação, disse que “reitera que o Enem foi realizado com segurança para mais de 5,8 milhões de estudantes nos dias 5 e 6 de novembro de 2016”. A segunda aplicação do Enem, que acontecerá no próximo fim de semana para 277 mil candidatos, se fez necessária por conta das ocupações em locais de aplicação ou em decorrência de problemas de infraestrutura ocorridas nas datas das primeiras provas.

Locais de prova

Até a última quarta-feira (30), cerca de 60% dos participantes do exame no próximo fim de semana já sabem onde farão a prova. Pouco mais de 110,5 mil pessoas ainda não checaram a informação e, por esse motivo, estão recebendo e-mail e SMS com as orientações fornecidas pelo instituto.

LEIA MAIS:  Simulados são alternativa para aluno treinar agilidade a dois dias do Enem

Para acessar o cartão de prova, o participante deve entrar no site do Inep. O material também inclui informações como horários, opção de língua estrangeira (inglês ou espanhol) e necessidade de atendimento específico, quando houver.

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.