Tamanho do texto

Equilibrar o tempo entre as questões objetivas e a redação além de começar pelas matérias e conteúdos em que o estudante tem mais facilidade são algumas dicas dos professores para conter a ansiedade na hora do exame

Cerca 8,6 milhões de candidatos devem fazer as provas do Enem, porta de entrada a diversas universidades do País
Marcelo Horn/ GERJ
Cerca 8,6 milhões de candidatos devem fazer as provas do Enem, porta de entrada a diversas universidades do País


Além de estudar muito, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) exige prepapo físico e emocional de seus candidatos. Ter um bom planejamento e administrar o tempo são fundamentais na hora de fazer a prova , que ocorrem neste sábado (5) e domingo (6) de novembro.

LEIA MAIS:  Com ocupações, Inep decide adiar prova do Enem para jovens e adultos presos

Cerca 8,6 milhões de candidatos devem fazer as provas do Enem. Neste primeiro dia, os estudantes deverão responder a 90 questões de múltipla escolha em quatro horas e 30 minutos. Já no segundo dia, são mais 90 questões e a prova de redação, mas o tempo aumenta para cinco horas e 30 minutos.

Equilibrar o tempo entre as provas objetivas e a redação e começar pelas matérias em que o estudante tem mais facilidade são algumas dicas dos professores para conter a ansiedade na hora do exame. 

O diretor do Colégio Concórdia, de São Paulo, Edson Wander Eller, sugere que o estudante comece a prova pela área em que tem mais facilidade. “Ele vai dar uma atenção diferenciada para os itens que domina, vai conseguir evoluir mais na resolução da prova e deixa o restante do tempo para a área que domina menos”, afirma o professor.

LEIA MAIS: Professores apontam possíveis temas para a redação do Enem e dão dicas

Outra dica de Wander é que o aluno não permaneça tempo demais em cada pergunta. Se uma questão está tomando muito tempo do estudante, o melhor é passar para a próxima e retornar a ela no fim da prova. Para ele, o ideal é não estabelecer um tempo mínimo para a resolução de cada questão, mas balancear o tempo ao longo da prova.

A coordenadora de ensino médio do Colégio Batista Mineiro, de Belo Horizonte, Júnia Batista Tavares, também alerta os estudantes para que não passem tempo demais em uma única pergunta.

Se durante a prova a ansiedade e o nervosismo começarem a atrapalhar o desempenho, Júnia recomenda uma pausa para respirar e recuperar a calma. “Tá ansioso, o coração bateu, está mais pesado? Respira e dá uma pausa. Às vezes, essa pausa durante a realização da prova vai ajudar o estudante a ir desenvolvendo com calma a tarefa que ele tem que fazer”.

No primeiro dia, candidatos respondem 90 questões de múltipla escolha; no segundo, são mais 90 questões e a redação
unibh/divulgação
No primeiro dia, candidatos respondem 90 questões de múltipla escolha; no segundo, são mais 90 questões e a redação


Lanche

Como as provas têm duração longa, levar água e lanche é bom para encarar a maratona do exame. Os educadores recomendam lanches leves e frutas. “Um aluno com fome ou muita sede não vai conseguir ficar quatro horas e meia concentrado na prova para terminá-la de forma adequada”, afirma o diretor do Colégio Concórdia. Neste ano, o Ministério da Educação informou que vai fiscalizar o lanche dos estudantes.

    Leia tudo sobre: Enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.