Tamanho do texto

MEC pede aos alunos que monitorem o Sistema Informatizado do programa para acompanhar status; nesta edição são ofertados 75 mil financiamentos

Pré-seleção assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais se inscreveram no processo seletivo do Fies
Reprodução
Pré-seleção assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais se inscreveram no processo seletivo do Fies

A convocação dos estudantes pré-selecionados que estão na lista de espera do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2016 ocorrerá até a próxima quarta-feira (17). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União.

O Ministério da Educação  (MEC) pede aos alunos que monitorem o Sistema Informatizado do Fies (SisFies) para acompanhar seus status. Os estudantes da lista de espera serão convocados somente se sobrarem vagas.

A pré-seleção assegura apenas a expectativa de direito às vagas para as quais os alunos se inscreveram no processo seletivo do programa. A contratação do financiamento fica condicionada à conclusão da inscrição no Sistema Informatizado do Fies (SisFies) e ao cumprimento das demais regras e procedimentos do programa.

Nesta edição são ofertados 75 mil financiamentos. O Fies recebeu 294 mil inscrições, de acordo com balanço divulgado pelo MEC. O programa oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.

Seleção dos estudantes aptos para a contratação começou a ser efetuada com base nos resultados obtidos no Enem
Agência Brasil
Seleção dos estudantes aptos para a contratação começou a ser efetuada com base nos resultados obtidos no Enem


Cursos prioritários

O MEC decidiu reduzir o percentual de contratos  que deveriam ser fechados exclusivamente com estudantes das áreas de Saúde, Engenharia e Licenciatura. Antes, essas áreas recebiam 70% dos financiamentos. Agora, o percentual foi reduzido para 60%.

Ainda dentro de cada uma das subáreas haverá nova divisão:

- Cursos prioritários da área de Saúde: aumento de 45% para 50%;

- Cursos prioritários da área de Engenharia: aumento de 35% para 40%;

- Cursos prioritários da área de Licenciatura, Pedagogia e Normal Superior: diminuição 20% para 10%;

Além disso, segundo o Ministério da Educação, está prevista uma nova etapa de inscrição para vagas remanescentes do Fies com prazo específico para estudantes inscritos e não aprovados.

Nota do Enem

Neste ano, a seleção dos estudantes aptos para a contratação do Fies  começou a ser efetuada exclusivamente com base nos resultados obtidos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com a nova norma, é exigido que o candidato alcance média aritmética das notas obtidas nas provas do Enem igual ou superior a 450 pontos, além de não poder zerar na nota da redação.

    Leia tudo sobre: Fies Enem