Tamanho do texto

Interessados têm até o dia 1º de setembro para se inscrever para a seleção que deve ser feita exclusivamente pela internet; são oferecidas 3.300 vagas

Taxa de inscrição para o vestibular da Unicamp  é de R$ 160: no total, são 70 cursos oferecidos pela universidade paulista
Creative Commons
Taxa de inscrição para o vestibular da Unicamp é de R$ 160: no total, são 70 cursos oferecidos pela universidade paulista

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) abriu nesta segunda-feira (8) as inscrições para o vestibular 2017. Os interessados têm até 1º de setembro para se inscreverem para a seleção que deve ser feita exclusivamente pela internet no site da Comissão Permanente de Vestibulares (Comvest). São oferecidas 3.300 vagas, distribuídas em 70 cursos da instituição pública de ensino. 

LEIA MAIS: Metade dos que querem ingressar na faculdade depende de ajuda do governo

A taxa de inscrição é de R$ 160 e os candidatos têm até 2 de setembro para pagá-la. A primeira fase do vestibular da Unicamp está marcada para 20 de novembro e a segunda, para os dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2017. 

Antes da primeira fase, haverá provas de Habilidades Específicas para candidatos aos cursos de Música (Etapa I – envio on-line de vídeos, no período de 2 a 9 de setembro). Para outras graduações que também exigem habilidades específicas (Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais e Dança) as provas ocorrerão no período de 23 a 26 de janeiro de 2017.

MEC não vai conceder bolsas de graduação pelo Ciência sem Fronteiras

Neste ano, a prova será aplicada em 29 cidades do Estado de São Paulo. Pela primeira vez, Botucatu, Bragança Paulista, Marília e Registro terão a aplicação do vestibular. Fora do Estado, a instituição também promoverá provas em Brasília.

Bonificação

A partir de 2016, o Programa de Ação Afirmativa para Inclusão Social da Unicamp (PAAIS), além de beneficiar os candidatos que cursaram o Ensino Médio integralmente em escolas públicas, também poderá ser utilizado pelos candidatos que o concluíram pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). 

O programa prevê a adição de 60 pontos à nota da primeira fase do vestibular e mais 20 pontos para os candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas (PPIs) e que também tenham cursado escola pública.

Falta de papel leva USP a suspender entrega de diplomas a alunos

Para a segunda fase, esses candidatoas recebem mais 90 pontos na prova de redação e outros 90 nas demais provas. Candidatos autodeclarados PPIs têm direito a mais 30 pontos na segunda fase, totalizando 120 pontos.

Os nomes da primeira chamada do vestibular da Unicamp serão divulgados em 13 de fevereiro de 2017.

* Com informações do Estadão Conteúdo

    Leia tudo sobre: Enem

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.