Tamanho do texto

Com Fies, estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o prazo para renovação dos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até o dia 20 de julho. O prazo, que já foi prorrogado mais de uma vez, terminaria nesta terça (30).

A portaria com a ampliação do prazo foi publicada no Diário Oficial de União. As renovações devem ser realizadas por meio do Sistema Informatizado do FIES (SisFies) , também disponível nas páginas do Ministério da Educação e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.

Novo Fies:

Limite de renda no Fies passa para 2,5 salários mínimos por pessoa
Juros do Fies sobem de 3,4% para 6,5% ao ano no segundo semestre

O Fies oferece financiamento das mensalidades de cursos em instituições privadas de ensino superior, com juros de 3,4% ao ano. O estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso.

2ª edição do Fies 2015

O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou na semana passada que a segunda edição do Fies de 2015 vai ofertar 61,5 mil novas vagas. Os juros dos novos financiamentos serão reajustados para 6,5% ano. Atualmente, a taxa de juros é 3,4%. O edital com datas e detalhes sobre a inscrição deve ser divulgado no dia 3 de julho, segundo o ministro.

O limite de renda para contratar o Fies também vai mudar: passará para 2,5 salários mínimos por pessoa, segundo nota conjunta divulgada pelos ministérios da Educação (MEC) e do Planejamento, Orçamento e Gestão. Ele equivale, em valores atuais, a R$ 1.970. Atualmente, o limite é uma renda bruta de 20 salários mínimos, R$ 15.760, por família. De acordo com a nota, o Fies continuará abrangente, uma vez que 90% das famílias brasileiras estão dentro dessa faixa de renda.


    Leia tudo sobre: Fies
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.