Tamanho do texto

Ficaram de fora cursos tradicionais da capital, como medicina, engenharia e administração; já o curso de direito usará o Sisu

Decisão já vale para próxima seleção; aderir ou não ao Sisu foi escolha de cada unidade
USP/Divulgação
Decisão já vale para próxima seleção; aderir ou não ao Sisu foi escolha de cada unidade

A Universidade de São Paulo (USP) aprovou a adesão parcial ao Enem. De acordo com a proposta, aprovada na tarde desta terça-feira (23) pelo Conselho Universitário, a instituição decidiu que 1.499 das 11.057 vagas do próximo vestibular serão preenchidas por meio da nota do Enem 2015.

O montante equivale a 14% das vagas e a decisão de aderir ou não ao Sisu foi feita em cada unidade. Ficaram de fora do Sisu cursos tradicionais da capital, como medicina, engenharia e administração. Já o curso de Direito do Largo São Francisco aderiu ao Sisu. Das 460 vagas do curso, 92 duas serão preenchidas por meio do Sisu.

A adesão é considerada "experimental" pela universidade e passou por vários níveis de discussão. No total das vagas destinadas ao Sisu, 10% deve ser reservada para estudantes da rede pública.

Veja as universidades com nota máxima do MEC:




    Leia tudo sobre: enem
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.