Dino

São Paulo, outubro de 2020 – O mercado global de esportes eletrônicos já movimenta mais de US$ 150 bilhões por ano, de acordo com a pesquisa realizada pela consultoria Newzoo. Com audiência batendo recordes na internet, as competições entre times profissionais de games online têm chamado cada vez mais a atenção de empresas e marcas renomadas.

O cenário, consequentemente, fomenta a formação de novas equipes e a profissionalização do segmento, além de oferecer diferentes possibilidades de trabalhar marketing e publicidade e abrir oportunidades de negócio no setor. 

Entre as razões para a expansão do número de patrocinadores no ramo está a audiência crescente nas redes e sites, o surgimento de jogos cada vez mais acessíveis para diversos tipos de públicos e plataformas e, ainda, a possibilidade de incluir novos veículos para campanhas de marketing, além  de aumentar a publicidade e visibilidade das empresas que participam do mercado. Grandes nomes como Nike, Rivalry, Claro, Outback, JBL, entre outros citados no site da liquipedia.net ,  já se tornaram parte do setor. 

Além do crescimento no número de investidores, organizações de e-sport estão se consolidando no meio e expandindo suas atividades. É o caso da Jaguares Gaming, que possui  uma equipe própria de atletas no Brasil e na Alemanha e uma comunidade ativa com público de diversos games. A empresa, que desde 2016 forma atletas de alta performance para o competitivo de CSGO,  aproveitou o potencial crescente do nicho e ampliou sua gama de serviços, ao promover campeonatos próprios além de eventos online e offline e, ainda, disponibilizar servidores de CSGO privados e gratuitos para a comunidade e engajar uma rede de streamers e influencers.

Os planos em curso na companhia incluem também atuar no ramo de aluguel de servidores para CS:GO, vender assinaturas VIP, realizar promoções exclusivas para gamers, organizar competições profissionais e promover campanhas de patrocinadores. “Temos amplo conhecimento técnico do setor, staff altamente qualificado, processos funcionais, narradores, comentaristas, jogadores e streamers profissionais e, além disso, parceiros fortes”, revela Stella, CEO da Jaguares Gaming, mais conhecida como “Blurryface” no universo virtual. “Somos um time novo, caminhando para competir com times de Tier 1 que têm base de mais de R$ 500 mil de faturamento mensal e estão no mercado de e-Sports há muito mais tempo do que nós”, acrescenta.

Formada por dois sócios, Henrik e Stella, a Jaguares Gaming tem principal atuação no cenário Counter Strike: Global Offensive (CS: GO), onde além de formar atletas de alta competitividade,  conta com 3 times academy masculino, 2 times femininos e o time principal com a recente contratação de Victor "Kenshex" Santana. A empresa também atua em competições de Call of Duty Warzone, Fortnite, Dota2 e, ainda, time feminino Call of Duty Mobile, com uma equipe que está entre as três melhores do Brasil. Atualmente, a Jaguares possui 11 times masculinos e femininos de jogos virtuais, coaches e influencers .

“Criamos um sistema de captação de recursos para até nove patrocinadores, com o objetivo de captar R$ 120 mil por mês”, revela. Já para os patrocinadores da empresa, são diversos benefícios oferecidos. Os de nível premium e master terão total participação em todas as ações, projetos, produtos e serviços da marca, além de destaque em todas as mídias e uniformes dos times. “Patrocinadores pontuais também poderão solicitar ou participar de projetos específicos e promover ações em eventos, na loja e nos canais de comunicação da Jaguares” explica Stella.

    Leia tudo sobre: Jogos online

    Veja Também

      Mostrar mais