Tamanho do texto

Banda comemora 30 anos do primeiro disco em quatro cidades brasileiras

Jim Kerr, vocalista do Simple Minds
Getty Images
Jim Kerr, vocalista do Simple Minds
Há casos em que a carreira de uma banda é marcada demais por uma canção. Há uma marcação exata de antes e depois. É o caso da música "Don't You (Forget About Me)" e dos escoceses do Simple Minds, que se apresentam hoje no Via Funchal, em São Paulo. Um casamento que deu tão certo que impulsionou a banda, até então alternativa, ao estrelato mundial, em 1984.

Mas a relação da banda com essa música nunca foi das melhores. Composta por Keith Forsey, ela pertencia à trilha sonora do filme The Breakfast Club , ( Clube dos Cinco , aqui no Brasil). "Não tinha nada a ver conosco e com o que vivemos em Glasgow", conta Jim Kerr.

O filme conta a história de cinco adolescentes que não se gostam, mas são obrigados a ficar numa sala de detenção por toda uma tarde e, no fim, acabam ficando amigos. "Era uma história de americanos. E a música que recebemos era 'ok', mas não era uma grande canção", explica. "'Temos músicas melhores', pensávamos. Mas, no fim, aceitamos, demos nosso tratamento, nossa força vital. De uma maneira estranha, a nossa carreira ficou dividida e marcada por essa música. Não podemos negar a importância dela na nossa carreira". Ainda assim, a faixa nunca não foi incluída em nenhum álbum de inéditas.

Em 2010, o Simple Minds prossegue com as comemorações dos 30 anos do primeiro disco, Life in a Day , de 1979. Muito da banda se perdeu no fim dos anos 80. Da formação original, só ficaram Jim Kerr (vocal) e Charlie Burchill (guitarra). O baterista Mel Gaynor, por exemplo, está na sua terceira passagem. Eddie Duffy (baixo) e Andy Gillespie (teclado) completam a banda.

Mudou também o pensamento em relação ao ativismo político, com um quê de U2. Kerr brigou contra tudo, do apartheid ao governo de Margareth Thatcher, primeira-ministra do Reino Unido de 1979 a 1990. "Não é responsabilidade dos músicos", explica ele, hoje mais preocupado com a boa vida na Sicília, na Itália, onde mora, e com seus shows. "Temos o desejo de fazer o melhor espetáculo da vida das pessoas", declara o vocalista Jim Kerr.

Depois de São Paulo, o Simple Minds segue para mais três shows no Brasil: no Rio de Janeiro (Vivo Rio, na quinta-feira), Brasília (Ginásio Nilson Nelson, sábado) e Porto Alegre (Bourbon Country, domingo).

Simple Minds - Via Funchal (R. Funchal, 65, Vila Olímpia). Telefone: (011) 2144-5444. Hoje, às 22h. Ingressos: De R$ 180 a R$ 300.