Tamanho do texto

Executivo da Disney não revelou nenhuma informação sobre o elenco, além de confirmar o retorno do robô R2D2

Reuters

O próximo filme da franquia "Star Wars", altamente aguardado, se passará 30 anos depois do "Episódio VI: O Retorno de Jedi", disse o executivo-chefe da Walt Disney, Bob Iger, nesta terça-feira (18), na reunião anual de acionistas da empresa.

A Disney comprou a LucasFilm, produtora de "Star Wars", por US$ 4 bilhões (R$ 9,3 milhões) em 2012 e anunciou que vai lançar três novos filmes da popular série de ficção científica. Os fãs estão aguardando avidamente os detalhes do próximo filme, "Star Wars: Episódio VII".

Leia também: Cinco atores disputam o papel principal do novo "Star Wars"

"O Retorno de Jedi" foi o terceiro filme da primeira trilogia de "Star Wars", lançada entre 1977 e 1983. A série se passa em uma galáxia muito, muito distante no passado.

Iger não revelou nenhuma informação sobre o elenco, além de confirmar o retorno do personagem robô R2D2. O site oficial de Star Wars postou na segunda-feira que os novos filmes terão "um trio de novos protagonistas jovens, bem como alguns rostos muito familiares" e que as filmagens começariam em maio nos estúdios Pinewood, de Londres.

Siga o iG Cultura no Twitter

Por mais de um ano surgiram rumores sobre se alguns dos atores da franquia, Harrison Ford e Carrie Fisher, estariam de volta. Revistas especializadas indicaram que para o novo elenco estavam sendo considerados nomes como Lupita Nyong'o, ganhadora do Oscar, e o ator Adam Driver, da série "Girls".

A franquia "Star Wars" foi criada pelo diretor George Lucas e abrange seis filmes que arrecadaram mais de 4,4 bilhões dólares nas bilheterias de todo o mundo desde que o primeiro foi lançado, em 1977.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.