Trump
Dougs Mills/Getty Images
Trump estava falando sobre o mercado de ações quando um agente do Serviço Secreto o interrompeu




O mandatário estadunidense, Donald Trump, emitiu uma ordem executiva nesta sexta-feira exigindo que a empresa chinesa ByteDance se desfaça de suas participações nas operações da plataforma de vídeo curto TikTok nos EUA em 90 dias.


"Há evidências confiáveis ​​que me levam a acreditar que o ByteDance ... poderia tomar medidas que ameacem prejudicar a segurança nacional dos EUA", disse o inquilino da Casa Branca.

Ainda  no dia 6 de agosto, Trump tinha uma ordem executiva sobre "como lidar com a ameaça representada pela TikTok". O documento, que ainda não entrou em vigor, proíbe "qualquer transação" com a ByteDance, empresa dona da TikTok.

Os chineses, através o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Wang Wengbin, culpou Washington na sexta-feira de "sobrepor interesses egoístas aos princípios de mercado e regulamentações internacionais".

"Os Estados Unidos, sob o pretexto da segurança nacional, freqüentemente abusam do poder nacional e reprimem injustificadamente empresas de outros países", concluiu Wang.

    Veja Também

      Mostrar mais