Filipinas
Divulgação
Após polêmica, fala de Rodrigo Duterte foi desmentida pelas autoridades de Saúde

Os arroubos do chefe do executivo levou os responsáveis ​​pela área de saúde das Filipinas a correrem nesta quarta-feira (22) para corrigir as declarações do presidente Rodrigo Duterte, depois que em um discurso ele recomendou à população que desinfetasse máscaras faciais com gasolina, como um substituto econômico para produtos de limpeza, informou a mídia local.


"No final do dia, pendure [a máscara] em algum lugar e borrife-a com Lysol, se você puder pagar", disse Duterte na terça-feira, referindo-se à marca de um desinfetante popular.

"Para pessoas que [não têm Lysol], mergulhe-a em gasolina ou diesel, e esse filho da puta cobiçado não terá chance. Basta encontrar um pouco de gasolina [e] mergulhe sua mão [na máscara] nele ", disse o presidente. Ele também recomendou borrifar as máscaras com álcool desinfetante após cada uso.

Colocadas estas declarações no mínimo controversas, a subsecretária do Departamento de Saúde das Filipinas, María Rosario Vergeire, sugeriu que Duterte estava brincando e esclareceu ao público que eles não deveriam levar suas palavras à carta. "Você sabe como o presidente se expressa. Provavelmente foi uma de suas piadas, principalmente sobre [limpá-las com] gasolina", disse o funcionário.

Vergeire ainda especificou que boquilhas de pano "devem ser lavadas todos os dias" e secas ao sol, enquanto as máscaras cirúrgicas e o N95 não devem ser reutilizados.

"Essas máscaras têm componentes e certos mecanismos de filtragem que, quando lavados, tornam-se ineficazes contra vírus, portanto não devem ser lavados. Após o uso ou após oito horas, [essas máscaras] devem ser descartadas ou substituídas", acrescentou. .

O crescimento avassalador do número de infecções no país asiático, nesta semana provocou o  presidente  mandar a Polícia a prender cidadãos que não usam máscaras em áreas públicas. Até o momento, as Filipinas registraram mais de 72.000 casos confirmados de coronavírus e mais de 1.800 mortes por covid-19, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

    Veja Também

      Mostrar mais