Polícia
Divulgação / Polícia MT
Gestante foi ameaçada de morte após usar dinheiro de aborto do amante para comprar moto



Um funcionário da Starbucks foi preso na segunda-feira por cuspir em cafés da polícia na cidade de Park Ridge (Nova Jersey, EUA), relata o portal Northjersey.com, referindo-se à polícia local.

O suspeito é o barista Kevin Trejo, de 21 anos, que foi imediatamente demitido após revelar que cuspiu nas bebidas de policiais que visitavam a cafeteria.

"Dentro da atual ameaça da covid-19, é extremamente perturbador pensar que alguém cuspa intencionalmente em sua bebida", disse o capitão da polícia Joseph Rampolla.


Não se sabe quantas vezes Trejo cuspiu em bebidas. A razão pela qual ele fez isso também não é divulgada.

Segundo Rampolla, os funcionários da lanchonete agora precisam ser testados para o coronavírus.

As acusações contra Trejo incluem expor um agente da lei a fluidos corporais, alterar deliberadamente a bebida de um policial e criar um ambiente perigoso.

Essa prisão ocorre em um momento de maior tensão entre a polícia e alguns membros da sociedade após semanas de protestos sobre a reforma da polícia em Nova Jersey e em todo o país.

    Veja Também

      Mostrar mais