Chile
Reprodução
Câmara Deuptados Chile

A Câmara dos Deputados do Chile aprovou nesta quarta-feira (15) a reforma da lei que permite a retirada antecipada de 10% dos fundos de pensão privados para enfrentar a crise econômica decorrente da pandemia, causando um duro golpe ao governo do presidente Sebastián Piñera. , que rejeita a proposta, analisou a mídia internacional.

A medida, que passa agora ao Senado, onde o governo é minoria, abre caminho pela primeira vez a modificar um sistema imposto na ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Com o apoio de parlamentares da coalizão de direita do governo e após uma noite de protestos de rua, a iniciativa foi aprovada com 95 votos a favor, 36 abstenções e 22 contra.

Esta lei permite a retirada antecipada de 10% dos fundos de pensão privados para enfrentar a crise causada pela pandemia, se torna uma medida importante pela mudança inédita do modelo chileno de aposentadoria privada. Por outro lado injeta recursos ma economia, permitindo uma ajuda na sua recuperação.

    Veja Também

      Mostrar mais