Coronavírus
NIAID
Imagem Novo Coronavírus


A África do Sul está relatando outros 13.497 novos casos de coronavírus, totalizando 264.184, incluindo 3.971 mortes. Mais de um terço dos casos estão no novo ponto de calor da província de Gauteng, que inclui Joanesburgo e a capital, Pretória. O ministro da Saúde, Zweli Mkhize, alertou anteriormente sobre este "assustador" aumento no COVID-19.


Por sua vez, o Brasil que é segundo maior ponto de ataque de coronavírus do mundo depois dos Estados Unidos, registrou 1.071 novas mortes pelo surto, elevando seu número de mortes para 81.469, com um total de 1.839.850 casos confirmados, informou o Ministério da Saúde.



Já o  presidente dos EUA, Donald Trump, que evitou usar uma máscara em público mesmo quando a pandemia de coronavírus se espalhou, colocou uma no sábado em uma instalação médica militar nos arredores de Washington, onde visitou soldados feridos e profissionais de saúde da linha de frente.


Em todo o mundo, mais de 12,6 milhões de pessoas  foram diagnosticadas com COVID-19 e mais de 562.000 morreram, de acordo com uma contagem da Universidade Johns Hopkins. Entretanto houve êxito de 6,96 milhões de pacientes se recuperados.

O número de nova-iorquinos hospitalizados com o coronavírus caiu para o ponto mais baixo em quase quatro meses.

Autoridades estaduais relataram 799 hospitalizações COVID-19 no sábado, que é o número mais baixo desde 18 de março.

No entanto, o governador de Nova York, Andrew Cuomo, está preocupado com o fato de que o ressurgimento de casos é inevitável em meio a surtos em outros estados.

Cuomo disse à rádio WAMC, as regras de quarentena do estado para viajantes que retornam de áreas atingidas são difíceis de aplicar. A pergunta é até que ponto a taxa de Nova York subirá.

Começou uma recuperação esperada das mortes por coronavírus nos Estados Unidos, impulsionada por mortes em estados do sul e oeste, segundo dados da pandemia.

De acordo com uma análise da Associated Press de dados da Universidade Johns Hopkins, a média móvel de sete dias para mortes diárias relatadas nos EUA aumentou de 578 há duas semanas para 664 em 10 de julho.

As mortes relatadas diariamente aumentaram em 27 estados nesse período, mas a maioria desses estados está em média com menos de 15 novas mortes por dia. Um grupo menor de estados tem impulsionado o aumento nacional de mortes.

A Califórnia tem uma média de 91 mortes relatadas por dia, enquanto o Texas fica logo atrás com 66, mas Flórida, Arizona, Illinois, Nova Jersey e Carolina do Sul também tiveram aumentos consideráveis. Pensa-se que o salto recente de Nova Jersey seja parcialmente atribuível ao relato menos frequente de mortes prováveis.

Pesquisadores de doenças infecciosas da Universidade de Harvard já estimavam este aumento.

A África do Sul com outros 13.497 casos confirmados de coronavírus, em um total de 264.184, incluindo 3.971 mortes, onde mais de um terço dos casos estão em novos pontos de calor da província de Gauteng, que inclui Joanesburgo e a capital, Pretória.


Os hospitais públicos já estão expressando preocupações com a falta de leitos disponíveis e os básicos cilindros de oxigênio médico. A porcentagem de testes positivos agora é superior a 25%, mas o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas diz que isso pode refletir tanto o aumento de infecções quanto os testes mais direcionados.

O ministro da Saúde do país disse que chegou ao assustador ponto crítico, pedindo às autoridades um alerta dirigido aos cidadãos.


    Veja Também

      Mostrar mais