Mulher grita insultos raciais e homofóbicos
Reprodução twitter @ TheTNRoller
Mulher grita insultos racistas


O racismo  se mostra cada vez mais nos Estados Unidos nas manifestações. Uma mulher do Tennessee  foi filmada gritando insultos raciais e homofóbicos em um comício do Black Lives Matter foi demitida de seu emprego, segundo relatos.


A mulher de meia idade chamada Sonya Holt, verbalizava "vidas brancas importam, vidas brancas são melhores" durante o protesto em Elizabethton no sábado, a certa altura gritando em um manifestante: "você é um pedaço de porcaria homossexual gay que vai queimar no inferno".

Holt é escutada também chamando um manifestante de "apenas uma pobre garotinha negra com uma mente confusa".


Depois que o vídeo ficou popular nas mídias sociais, a Keith Family Vision Clinic, em Johnson City, disse que eles estavam encerrando profissionalmente com Holt, disse a agência.A empresa confirmou que Holt havia trabalhado lá, não estava mais empregada a partir na  segunda-feira seguinte.

"O melhor a se tirar disso é apenas perceber que o racismo está na sua comunidade, por mais que você pense que não seja", disse Sierra Gilmer, que gravou o vídeo.

"Muitas pessoas me procuraram dizendo que não perceberam que isso estava acontecendo em Elizabethton e não perceberam que havia pessoas assim".

O discurso de Holt capturado em vídeo ocorreu durante um comício na Covered Park Bridge, em Elizabethton, organizado pela New Panther Initiative, informou o jornal.


    Veja Também

      Mostrar mais