CPI pode quebrar sigilos de presidente da Anvisa
O Antagonista
CPI pode quebrar sigilos de presidente da Anvisa

Os senadores da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia planejam pedir a quebra de sigilo dos seus telefones e e-mails do presidente da Anvisa , Antonio Barra Torres , que depõe na manhã desta terça-feira no senado .

"A intenção é verificar se ele sofreu pressão do presidente Jair Bolsonaro ou de outro integrante do governo para atrasar a análise do registro de vacinas", diz a Folha de S. Paulo.

O principal caso é o da Coronavac. Em novembro do ano passado, um assessor de Barra Torres compartilhava mensagens bolsonaristas contra a vacina do “China boy”, como chamou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Em dezembro, a Anvisa teria hesitado em aprovar a vacina, sob pressão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Para o relator da CPI, o senador Renan Calheiros espera-se que o presidente da Anvisa mostre que a instituição não esteve envolvida no boicote do Governo Federal a vacinas. “A expectativa que nós temos com relação ao depoimento de Barra Torres é que ele nos convença que a Anvisa não participou do boicote às vacinas.”

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários