O Antagonista
"As Forças Armadas não vão para a rua defender ninguém"

“As Forças Armadas não vão para a rua defender ninguém” , disse o general Sérgio Etchgoyen , em entrevista para o Estadão.

“O Exército vai se manter como sempre esteve esse tempo todo: longe de qualquer papel político. Nunca as Forças Armadas aceitaram ser tratadas de outra forma que não como instituição de Estado e pelos canais apropriados, por mais hostil que fosse o momento. Nos últimos anos, já enfrentaram, por exemplo, uma tentativa sórdida de avanço sobre as competências dos comandantes na gestão do pessoal, no mandato da presidente Dilma – que depois o próprio PT botou lá em seus documentos que lamentava não ter promovido oficiais generais que não fossem alinhados com o projeto de governo deles. E ainda assim o Exército se manteve fiel aos princípios legais. Acho que não será diferente agora.”

Você viu?

Ele disse também:

“Numa situação hipotética, se houver um impasse institucional, a solução será institucional. As instituições vão ter que encontrar a forma de resolver. As Forças Armadas não têm legitimidade para isso. Nem querem, nem eu acredito que entrassem numa aventura desse tipo.”

Leia mais em O Antagonista

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários