Mostramos ontem no programa o caso do radialista Valério Luiz, que foi morto a tiros na porta da rádio onde trabalhava em 05 de julho de 2012, no Setor Serrinha, em Goiânia. Os acusados pelo crime iriam a júri popular durante essa semana, após três adiamentos, completando quase 10 anos do crime.

O caso estava em fase de depoimentos, mas o corpo do júri foi informado que um dos jurados passou mal. Ele saiu do isolamento do hotel em que estava por conta própria, ato que é proibido. O acusado afirmou que teria ido para casa tomar um remédio.

Devido a isso, o julgamento foi remarcado para 5 de dezembro deste ano.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários