Cinco agentes da unidade socioeducativa foram afastados após denúncia
Reprodução/Pixabay
Cinco agentes da unidade socioeducativa foram afastados após denúncia

A juíza Lúcia Mothe Glioche, titular da Vara de Execuções de Medidas Socioeducativas do Rio de Janeiro, tomou medida necessária quando determinou o afastamento imediato de  cinco agentes e do diretor da unidade socioeducativa feminina Professor Antônio Carlos Gomes da Costa (CENSE PACGC), na Ilha do Governador.

Segundo reportagem de O Dia, todos são denunciados por suspeita de abusos sexuais contra adolescentes internas. Uma das vítimas tem apenas 13 anos e outras duas internas ficaram grávidas dentro da unidade. Uma delas sofreu aborto espontâneo. A reação de indignação e perplexidade diante do absurdo mobilizou entidades de direitos humanos, movimentos de mulheres e parentes de menores que hoje vivem em abrigos semelhantes.

REAÇÃO

O ex-secretário de Estado de Educação Wagner Victer foi um que se pronunciou publicamente com veemência. "Estou enojado. Esses agentes, caso realmente seja comprovado, devem ser expulsos sumariamente do serviço público e devem responder nos mais rigorosos dispositivos da Lei Criminal, pois é inadmissível que jovens que já estejam fragilizadas, cumprindo as suas penas socioeducativas, venham a ser exploradas por essas pessoas que são literalmente animais. O secretário de Educação e o governador agiram corretamente pela exoneração imediata do coordenador da Unidade, do corregedor e também do diretor do DEGASE, pois efetivamente não agiram dentro do rigor e agilidade devido quando tomaram conhecimento desse assunto. É, portanto, revoltante essa violência contra jovens que estão privadas de liberdade para cumprir medidas socioeducativas no DEGASE e não podem ser explorados por 'animais' e isso merece meu total repúdio e indignação", disse ele.

Fundo da PM

Deputado estadual Gustavo Schmidt protocolou requerimento ao secretário de Estado da Polícia Militar, Rogério Figueredo, solicitando informações a respeito do Fundo de Saúde da Polícia Militar (Fuspom).

Você viu?

PMs relataram ao parlamentar casos suspeitos de má gestão de recursos e outras irregularidades. O secretário tem 30 dias para se manifestar. A contribuição ao Fuspom corresponde a 11% do soldo dos policiais mais 1% para cada dependente.

Material apreendido e combate à pandemia

Bebidas alcoólicas e perfumes apreendidos pela Alfândega da Receita Federal no Aeroporto do Galeão, pela Delegacia da Receita Federal em Nova Iguaçu e pela Delegacia da Receita Federal de Fiscalização de Comércio Exterior são doados à Universidade Federal de Lavras (MG) para produção de álcool em gel.


Tecnologia nas escolas

Petrobras já começou a entregar cerca de 3.800 computadores recondicionados para cerca de 200 escolas públicas municipais e estaduais do Rio de Janeiro. Doação integra a primeira etapa do programa social de inclusão digital “Janelas para o Amanhã”, que também prevê formação em tecnologia da informação para alunos e professores da rede pública de ensino.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários