Economista Arnaldo Lima analisou números da produção industrial
Reprodução/Twitter
Economista Arnaldo Lima analisou números da produção industrial

O economista Arnaldo Lima, atualmente diretor de Estratégias Públicas do Grupo Mongeral Aegon, é um dos profissionais mais experientes do círculo econômico do país. Já foi secretário-adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda, assessor especial e diretor de Assuntos Fiscais e Sociais do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e diretor de Seguridade da Funpresp-EXE. Debruçado sobre os números da produção industrial fluminense colhidos pelo IBGE, Lima ressalta que apenas Pernambuco (3,7%), Rio (0,2%) e Goiás (0,1%) registraram variação positiva em 2020, momento em que a produção industrial nacional fechou com queda de 4,5%.

Futuro incerto

Desde agosto de 2020, a produção industrial no RJ tem crescido a taxas decrescentes, enquanto, aos poucos, a produção nacional parece estar se afastando do fundo do poço atingido em julho e agosto, quando registrou queda de 5,7%. A indústria extrativa (11,1%) e alguns setores da indústria de transformação, como fabricação de produtos farmacêuticos (18,9%), equipamentos de transportes (8,9%), produtos de metal (7,1%), contribuíram para manter a produção industrial em campo positivo em 2020. E, qual foi o impacto real da pandemia neste início de 2021? Não é preciso ser gênio para chegar a conclusão que somente a vacinação permitirá ao estado retomar, ainda que lentamente, a normalidade tão valiosa para o crescimento sustentado.

Resposta sobre o café da Rioluz

Após nota divulgada aqui ontem (10), a Secretaria Municipal de Infraestrutura responde sobre gastos com café da manhã na Rioluz: "O extrato no valor de R$ 45,7 mil publicado no Diário Oficial do dia 8 de março é referente a previsão de despesas para este ano com o custeio do café da manhã dos funcionários da companhia. Deixamos claro que o café da manhã é uma obrigação e que, inclusive, está firmado em acordo coletivo com o Sindicato da Categoria Profissional. Ressaltamos que o valor de R$ 45,7 mil é uma previsão de despesas e que é dividido pelas sete gerências regionais da Rioluz, o que dá cerca de 4 reais/dia por gerência, sendo centavos por trabalhador."

Falsificação de obras de arte

Um projeto de lei, que tramita na Câmara dos Deputados, em Brasília, propõe punição a quem falsificar assinatura em obra de arte com reclusão de um a três anos. Quem vende, leiloa, adquire obra falsificada, receberá a mesma pena. A proposta, do deputado Felício Laterça (PSL), inclui a conduta na Lei de Crimes Ambientais, que também trata de crimes contra o patrimônio cultural. 

Educação na Câmara Municipal

O vereador Marcio Santos (PTB), eleito presidente da Comissão de Educação da Câmara carioca, tem sido criticado por não ser profissional de educação "Não sou professor, mas conheço a rede de educação por dentro, na cadeira de aluno na sala de aula. Nascido e criado na Vila Aliança, em Bangu, sou oriundo de escola pública dentro de comunidade, do movimento estudantil e fui diretor da Associação Municipal dos Estudantes Secundaristas (AMES)", disse. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários