Leitos de UTI
Agência Brasil
Leitos de UTI

Secretários de Saúde de todo o país pedem ao governo federal, em caráter de urgência, a habilitação de leitos de UTI para Covid-19 e a garantia do financiamento para a contratação de recursos humanos. Em dezembro de 2020, dos 20.770 leitos então em uso, 12.003 encontravam-se habilitados, ou seja, financiados pelo Ministério da Saúde.

Porém, a expiração dos recursos extraordinários para o enfrentamento da pandemia, em dezembro de 2020, levou à queda do número de leitos para 7.717 em janeiro de 2021 e para apenas 3.187 neste mês.

A entidade que representa os secretários (Conass) aponta que, diante de um cenário de aumento crescente do número de pacientes, é emergencial a liberação de recursos pelo Governo Federal.

O Ministério da Saúde aguarda reposta da equipe econômica sobre o pedido, feito dias atrás, de aporte R$ 5,2 bilhões destinados a enfrentar o Covid-19 em 2021.

O estado do Amazonas desativou 85% dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do SUS que haviam sido criados no ano passado. Em meio ao colapso no sistema de saúde no estado, pacientes com Covid-19 pedem na Justiça transferência para outros estados.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários