Ataques cibernéticos
e-Sales
Ataques cibernéticos

O número de ataques cibernéticos – incidentes e vulnerabilidades – às redes do Governo cresceu nos últimos meses. Conforme dados do Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (CTIR-Gov), vinculado ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, este ano já foram 2.269 registros de vulnerabilidades que, após processo de triagem, são classificadas como fragilidade das redes de computadores que permitem a “exploração maliciosa e acessos indesejáveis ou não autorizados”.

Além das vulnerabilidades, o GSI registra mais de 22 mil notificações, sendo 5,2 mil incidentes (eventos que, após processo de triagem, são caracterizados como adverso, confirmado ou sob suspeita).

Entre os incidentes confirmados, 324 estão classificados como “vazamento de informação” e mais de mil como “fraude”. Em novembro, o órgão do GSI emitiu dois alertas contra “ações maliciosas para criptografar arquivos ou bancos de dados de instituições”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários