Congresso Nacional
Agência Brasil

Congresso Nacional

As privatizações propostas pelo Governo que dependem do aval do Congresso podem emperrar em 2020. Há resistências, tanto na Câmara quanto no Senado, aos modelos e valores projetados pelo Planalto e equipe econômica.

Um dos casos é o da privatização da Eletrobras, que encontra forte resistência de parlamentares das regiões Norte e Nordeste. No Senado, as bancadas das duas regiões somam 48 dos 81 integrantes da Casa.  Número suficiente para barrar o texto enviado pelo Governo em novembro.

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), encabeça o grupo de resistência à proposta e tem defendido mudança no modelo enviado pelo Governo.

Pelo projeto encaminhado ao Congresso, o Governo prevê arrecadar R$ 16,2 bilhões com a privatização da Eletrobras. Senadores afirmam que a empresa vale muito mais.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários