Para não ser acusado de esnobar os sem-terra, o presidente Jair Bolsonaro reservou a tempo, no Orçamento federal para 2020, R$ 175 milhões para regularização fundiária nos Estados da Amazônia Legal.

Bolsonaro
Agência Brasil

Bolsonaro

E mais R$ 75 milhões nas fronteiras da mesma região. A questão das queimadas pesou na decisão também. Vai direcionar, a priori, R$ 280 milhões para “prevenção, fiscalização, combate e controle do desmatamento ilegal”.

O Governo, no apagar de 2019 em cima da hora, enfim, garantiu no Orçamento R$ 1,02 bilhão para a Previdência Rural.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários