Com ajuda iraniana, Venezuela apresenta drone armado, o primeiro da América Latina
O Antagonista
Com ajuda iraniana, Venezuela apresenta drone armado, o primeiro da América Latina

A Venezuela acaba de tornar-se o primeiro país da América Latina a ter um drone armado.

A página Jovens em Defesa das Forças Armadas Nacionais Bolivarianas publicou nas redes sociais nesta quinta, 4, imagens do Ansu 100 (foto), modelo desenvolvido pela Empresa Aeronáutica Estatal, a Eansa, a partir de outro modelo, o Arpia.

Leia Também

“É o primeiro drone armado da região, mas não é muito moderno. Não é como um drone americano, de longo alcance, que pode alcançar alvos muito distantes. É um drone mais para emprego tático, que pode ser usado nos conflitos internos, como os que ocorreram no estado venezuelano de Apure no início do ano“, diz o analista argentino-venezuelano Andrei Serbin Pont, da consultoria Cries, em Buenos Aires. “O aspecto mais preocupante é do ponto de vista político. A introdução de novas tecnologias militares na região vai incomodar os Estados Unidos. Além disso, há o fortalecimento da relação militar entre a Venezuela e o Irã, que estão cooperando em diversos projetos.”

A Eansa tem recebido colaboração iraniana para fazer aviões de treinamento. A fábrica foi inaugurada por Nicolás Maduro no ano passado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários