Hamas parabeniza Talibã após tomada de poder
O Antagonista
Hamas parabeniza Talibã após tomada de poder

O grupo terrorista palestino Hamas deus os parabéns nesta segunda, 16, ao também terrorista Talibã, que acaba de assumir o poder no Afeganistão .

"Parabenizamos o povo muçulmano afegão pela derrota da ocupação americana em todas as terras afegãs", disse o Hamas.

Em comum, os dois grupos tomaram o poder pela via das armas. O Hamas assumiu o governo da Faixa de Gaza, em 2007, com um golpe de estado contra a Autoridade Palestina (AP) e o partido laico Fatah. O  Talibã tomou o poder no domingo, 15, do governo afegão, colocando o ex-presidente Ashraf Ghani para fugir.

O Hamas deu o seu golpe dois anos depois de Israel se retirar da Faixa de Gaza. O Talibã conquistou o Afeganistão enquanto os americanos ainda evacuavam seus diplomatas de helicóptero da embaixada em Cabul.

No comunicado oficial, os palestinos do Hamas buscaram fazer uma relação entre os acontecimentos no Afeganistão com a sua própria visão da história, ignorando as disputas internas entre palestinos.

"(O Hamas) enfatiza que o fim da ocupação americana e de seus aliados prova que a resistência dos povos, sendo a principal delas a nossa luta do povo palestino, alcançará a vitória", diz o comunicado.

Este ano, o líder do Hamas, Ismail Haniyeh, já esteve com integrantes do  Talibã no Catar (foto). Esse país, que sediará a a Copa do Mundo no ano que vem, tem recebido representantes dessas duas organizações terroristas e foi a sede das negociações entre o Talibã e o governo americano.

Representantes da Autoridade Palestina, que governa a Cisjordânia, evitaram se pronunciar nas redes sociais sobre os últimos acontecimentos no Afeganistão.

"Esse parece ser um silêncio estratégico. O governo americano, com Joe Biden, não tem atacado a Autoridade Palestina como fazia no tempo de Donald Trump. Então não faria muito sentido para a AP agora se colocar ao lado do Talibã e comprar briga com os americanos", diz o cientista político André Lajst, da ONG StandWithUs. "Mas por ora não há como saber como será essa relação no futuro."

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários