Presidente da Argentina é flagrado em festa durante a quarentena
O Antagonista
Presidente da Argentina é flagrado em festa durante a quarentena

presidente da Argentina, Alberto Fernández (à esquerda, na foto) foi flagrado em uma festa familiar na residência oficial de Olivos, em Buenos Aires, no dia 14 de julho do ano passado, quando o país ainda estava submetido a uma quarentena rígida, ordenada pelo próprio presidente.

Leia: Alberto Fernandez possui reprovação recorde na Argentina, segundo pesquisa

Nesta quinta, 12, uma imagem do encontro viralizou nas redes sociais (foto). A cena mostra doze pessoas ao redor de uma mesa. Todas estão sem máscaras e próximas umas das outras.

Tratava-se do aniversário da primeira-dama Fabiola Yanez. Nesse dia, contudo, encontros com mais de dez pessoas estavam proibidos e o uso de máscaras era mandatório.

Saiba mais: Presidente da Argentina celebra anulação da condenação de Lula: "Justiça feita"

Você viu?

"O presidente demonstrou algumas vezes que não está à altura das circunstâncias no que diz respeito às normas que o resto da população deveria cumprir. Se essa foto for mesmo do momento em que não estava permitido circular sem autorização a menos que a pessoa fosse um trabalhador essencial, então as críticas são merecidas", diz o o bioquímico argentino Rodrigo Quiroga, pesquisador do Conselho Nacional de Investigações Científicas e Técnicas.

Diversos políticos de oposição criticaram o vacilo do presidente nas redes sociais. Deputados afirmaram que pretendem abrir um processo contra o presidente.

Veja: Brasileiros vieram da selva e argentinos da Europa, diz Alberto Fernández

"Espero que o governo dê uma posição urgente sobre a foto que denotaria uma reunião que violou seus próprios decretos enquanto os cidadãos estavam presos. Se não derem uma resposta até amanhã, vou abrir um processo político", disse o deputado do partido Pro, de oposição, Waldo Ezequiel Wolff.


Até mesmo opositores que reclamaram das medidas restritivas estão reclamando do presidente. “Grande parte dos políticos da oposição que hoje estão usando essa foto politicamente não apenas não cumpriram as medidas como também pediram abertamente que elas não fossem seguidas“, diz Quiroga.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários