Crusoé

Em meio a reformas e guerra no Centrão, Bolsonaro coloca Ramos de férias
Em meio a reformas e guerra no Centrão, Bolsonaro coloca Ramos de férias

O presidente Jair Bolsonaro resolveu autorizar férias de uma semana ao ministro-general Luiz Eduardo Ramos . O chefe da Secretaria de Governo , que comanda a articulação política do Planalto, vai ficar fora do ar de segunda-feira (10) até sexta-feira (14).

O afastamento ocorre em meio à guerra interna do Centrão, que trava uma disputa nos bastidores para afastar o deputado Aguinaldo Ribeiro, do Progressistas, da liderança da Maioria na Câmara.

A base do governo não quer um aliado de Rodrigo Maia no cargo e trabalha para emplacar no posto Celso Sabino, do PSDB, que sofre processo de expulsão na sigla.

Um integrante do governo ouvido por Crusoé estranhou o movimento de Bolsonaro para dar folga a Ramos. “Eu não sabia que ele ia tirar férias. É uma semana importante no Congresso, com a reforma tributária em plena evolução”, analisou.

Conforme mostrou Crusoé , o Planalto está no meio do fogo cruzado entre setores do governo que pedem mais recursos para obras e programas sociais, enquanto Paulo Guedes não abre mão do Teto de Gastos.

Ramos é também um dos bombeiros da crise interna. Fontes palacianas evitaram comentar as férias do general aposentado, de 64 anos.

Fonte:  Crusoé

    Veja Também

      Mostrar mais