undefined
Reprodução/Wikipedia
O delegado licenciado Protógenes Queiroz, que tenta retornar à Polícia Federal, foi condenado em 1ª instância a 10 meses em regime aberto

O delegado licenciado Protógenes Queiroz, que tenta retornar à Polícia Federal, foi condenado em 1ª instância a 10 meses de prisão em regime aberto por caluniar o banqueiro Daniel Dantas.

Foi com base no conteúdo de uma palestra de Protógenes em São Caetano (SP), então deputado federal em 2015, sobre o combate à corrupção e a operação Satiagraha.

Protógenes, que atualmente mora na Suíça, rebate a sentença e cita que o juiz desconsiderou o fato de que à época ele era parlamentar federal com imunidade.

Diz que a sentença atropelou a jurisprudência do STF e do STJ. A pena de prisão foi revertida em pagamento de 15 salários mínimos a entidade beneficente de sua escolha.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários