Encalhou a estratégia do Governo Federal de vender imóveis “para reduzir gastos e aumentar a arrecadação”. 

Dos 24 apartamentos e terrenos disponíveis desde maio deste ano, só quatro foram vendidos. 

Como nas tentativas anteriores, os preços salgados travam as vendas. Os imóveis no Distrito Federal variam de R$ 500 mil a R$ 8 milhões. A grande maioria, anunciada no portal do Ministério do Planejamento, aparece com o carimbo de “vitrine”.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários