A compra pela Polícia Militar do Distrito Federal de 200 pistolas G17T da austríaca Glock, considerada uma das melhores do mundo, causou ciumeira nas duas maiores fabricantes nacionais com modelos concorrentes, a Taurus e Imbel. O GDF vai investir US$ 123,7 mil (cerca de R$ 402 mil).

Leia também: "Estamos à beira do colapso", diz deputado Francischini sobre lista de Janot

A PM do DF fará a compra sem licitação, segundo explica, por causa das especificidades técnicas da arma, não encontrada no Brasil. Serão usadas pelo BOPE e, de acordo com a corporação, é a compra mais barata que a PM já fez.

Não há lei que impeça a importação das armas. Há uma Portaria do Exército que obriga as corporações a comprarem armamento nacional se for similar. Segundo o GDF, não é o caso. As brasileiras reclamam que as Polícias deveriam prestigiar a fabricação nacional.

Leia também: PF faz operação nacional contra vazamentos e cerca blogueiros

Há duas semanas, a Coluna revelou que um relatório técnico do MP Federal aprovou e reprovou alguns modelos nacionais, mas indicou que as melhores armas são de fabricantes estrangeiros, entre eles a Glock

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários