Tamanho do texto

Modelos plus size são exemplo de beleza, garra e talento: fazem sucesso na TV, em campanhas publicitárias e nas passarelas.

No Instagram, a cantora Preta Gil falou sobre racismo e preconceito
Divulgação
No Instagram, a cantora Preta Gil falou sobre racismo e preconceito

A cantora Preta Gil é de bem com a vida e com o espelho. "Existe beleza sim numa mulher de 42 anos, gordinha, negra e avó!!!", afirmou a artista em sua conta no Instagram. Capa de revista, Preta Gil mostrou que modelos plus size estão na moda. Já no programa "Além da Conta", ela lamentou, durante entrevista para a atriz Ingrid Guimarães, falando sobre a falta de mais representatividade em revistas, afinal, hoje, modelos plus size são exemplo de beleza, garra e talento: fazem sucesso na TV, em campanhas publicitárias e nas passarelas.

Leia também: Moda Afro, desfile por aí de cabeça erguida

Janayra Martins brilhou no Fashion Weekend Plus Size – FWPS
Divulgação
Janayra Martins brilhou no Fashion Weekend Plus Size – FWPS

A paulista Erika Theodoro concorda com Preta Gil, trabalha como atriz desde os 15 anos e é conhecida no meio fashion como "Deusa Plus Size". De bem com o espelho, ela deixou para trás todos os preconceitos e deu a volta por cima. "Me assumi como ser fundamental para o universo, onde o meu poder interior é capaz de transformar o mundo", faz questão de frisar Erika, estrela de um comercial de cerveja. Leandro Jordan reconhece que apesar de todos os preconceitos, com o passar dos anos "estamos nos fortalecendo". Ele trabalha como ator e modelo, fez uma participação na novela "I Love Paraísopolis", da Rede Globo e pode ser visto em dezenas de comerciais. "Queremos mostrar que somos iguais e podemos ser felizes como somos", ressalta Leandro, destaque na passarela da última edição da São Paulo Fashion Week.

Leia também: É o fim... Demitido por ser negro...

Leandro Jordan participou de novelas e dos desfiles do SPFW
Divulgação
Leandro Jordan participou de novelas e dos desfiles do SPFW

E por falar em passarela, quando Chayanne Britto se apresentou no concurso Black Atitude 2016, o público foi ao delírio. "Mesmo ao lado de outras garotas com barriga taquinho, consideradas o 'verdadeiro padrão', não me intimidei: usei e abusei da minha autoestima", revela a estudante soteropolitana que acabou ganhando o tão cobiçado título. "Autoestima é essencial na vida de qualquer pessoa, demorei um pouco para entender isso, porém, depois do concurso, passei a me aceitar ainda mais! Me olho no espelho todos os dias sem nenhum problema e cada vez mais me certifico que o tal padrão imposto pela mídia e a sociedade não existe!"

Leia também: Vanessa Jackson vive Whithey Houston em musical

Nota 10! Adriana Balbino é rainha de escola de samba
Divulgação
Nota 10! Adriana Balbino é rainha de escola de samba

Revistas, desfiles de moda, comerciais de TV... O sonho de infância de ser modelo, mesmo não sendo magra, podia sim se tornar realidade para Fabi Traven. Quando participou do primeiro concurso de beleza foi simplesmente o marco de início para uma nova vida. Anos depois, em novembro de 2015 Fabi foi intitulada Miss Beleza Brasileira Plus Size. "Me sinto muito honrada em representar não só a beleza e diversidade de meu país, mas também de quebrar paradigmas e barreiras. Hoje, sou modelo plus size e blogueira. E meus sonhos não param por aí, quero conhecer o mundo e propagar cada vez mais que moda é para todos, que a beleza é efêmera e que a diversidade é uma tendência mundial."

Leia também: Cabelo, o segredo de beleza das estrelas

Ivan Chagas entrou no ritmo do sucesso: é músico e modelo plus size
Divulgação
Ivan Chagas entrou no ritmo do sucesso: é músico e modelo plus size

No último ano, o segmento plus size movimentou no varejo cerca de 200 milhões de reais em São Paulo, um aumento de aproximadamente 11% em relação ao ano anterior, um feito e tanto em momentos de crise. Se depender do modelo e músico profissional, Ivan Chagas esse segmento vai crescer ainda mais... "Quando cheguei em São Paulo, por ser uma nova vida e viver longe dos meus pais tive dificuldade em me adaptar a nova rotina, por isso emagreci muito, porém após o casamento engordei", revela o carioca que nasceu em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. "Mas confesso que hoje chamo muito mais atenção e me sinto melhor do que antes", garante. "Descobri que estou no meu melhor momento!". Cheio de estilo, Ivan, 29 anos, é 100% autoestima e vaidoso: "Gosto do que vejo no espelho e faço a minha própria moda. Se gosto da peça, eu uso!", revela Ivan, que conquistou o coração de Janayra Martins, estrela das passarelas. Ela brilhou no Fashion Weekend Plus Size – FWPS , o principal evento de moda GG do país. "Sou negra e gorda. Ganho dinheiro com isso!", sorri a bela modelo. Ela chegou para fazer a diferença: foi uma das top models da última edição do evento e deu um show de passarela.

Leia também: Cortes, penteados, tendências e técnicas para cabelos afro

Nilma Duarte mostrou que é poderosa dançando com Anitta
Divulgação
Nilma Duarte mostrou que é poderosa dançando com Anitta

Nesse ritmo, a carioca Nilma Duarte também mostrou que é poderosa e arrancou aplausos como uma das bailarinas da cantora Anitta, no Criança Esperança 2016, transmitido ao vivo pela Rede Globo. "Sou uma pessoa extremamente segura com relação ao meu biotipo. Olho no espelho e gosto do que vejo", comemora a modelo plus size de 44 anos. "Preconceito? O único que me incomoda é com relação a idade. Geralmente os trabalhos são abertos para as mais novas. Será que uma pessoa acima dos 40 anos não tem potencial para representar uma marca?", diverte-se a beldade que arrasa nas passarelas e em campanhas publicitárias. "Estar aqui é mais uma conquista: me orgulho da minha etnia e por representar muitas mulheres negras e plus".

Leia também: Racismo Virtual. Como "deletar" os infratores

Patricia Mendes sofreu preconceito na infância:
Divulgação
Patricia Mendes sofreu preconceito na infância: "Não tinha Paquita preta"

Quem também representa com nota 10 em todos os quesitos é Adriana Balbino. Ela viu a sua vida mudar após pisar numa passarela. "As portas começaram a se abrir e me tornei modelo plus size. Agora, além de rainha GG sou musa da agremiação Vila Maria. Um sonho que se tornou realidade", conta orgulhosa, mostrando que tem a autoestima GG.

Leia também: Karol Conka, empoderada, autêntica e atrevida

Chayanne Britto ganhou concurso de beleza e virou modelo
Divulgação
Chayanne Britto ganhou concurso de beleza e virou modelo

Patricia Mendes, natural do Rio de Janeiro, 30 anos, sofreu preconceito boa parte da infância. "Passei por vários episódios de racismo, justamente por meu cabelo ser crespo, ser gorda e negra. Lembro que na minha infância muitas vezes era vetada de brincar, pois as crianças alegavam que não existia 'Paquita [assistente de palco da apresentadora Xuxa] preta'. Analisando hoje, Patricia acredita que o preconceito não vinha exatamente das crianças e sim do que a mídia e a sociedade acreditam que seja o padrão de beleza. Agora, tudo mudou. Ela faz o "xou": Patricia é modelo plus size e militante do movimento Cheia de Curvas. "Aprendemos a superar dia após dia. O mundo é muito pequeno, pra quem sabe o que é sonhar!", filosofa Patrícia, mostrando que modelos negras e plus size também estão na moda...

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.