Tamanho do texto

Veterinário aponta má gestão como provável causa da morte dos animais

Veterinários do zoológico de Teerã sacrificaram 14 leões que aparentemente foram afetados por uma doença bacteriana comum em equinos, informou nesta segunda-feira (17) a publicação "JameJam".

A fonte não indicou quando ocorreu o sacrifício dos animais.

Um veterinário local apontou como provável causa da morte dos leões a má gestão do centro.

Endêmica na Ásia, África, Oriente Médio e América do Sul, a doença do mormo é comum em asnos, mulas, burros e cavalos e pode contagiar os humanos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.