Olivaldi Azevedo
Reprodução
Olivaldi Azevedo era subcomandante da Polícia Militar Ambiental

O governo federal exonerou Olivaldi Azevedo, diretor de Proteção Ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis ( Ibama ). A decisão assinada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi publicada no Diário Oficial nesta terça-feira (14). 

Oficialmente, o ministério afirma que a exoneração foi de comum acordo, mas o motivo da saída não foi informado. Azevedo estava no cargo desde janeiro de 2019. Antes disso ele era subcomandante da Polícia Militar Ambiental em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. 

Leia também: Desmatamento na Amazônia bate recorde neste primeiro trimestre

O afastamento do diretor do Ibama acontece menos de dois dias depois do programa Fantástico, da TV Globo , exibir uma reportagem sobre uma megaoperação do Ibama que tem o objetivo de tirar garimpeiros e madeireiros de terras indígenas no Pará para evitar contágio do novo coronavírus (Sars-Cov-2).


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários