Planeta


Humanos conseguem imitar viscosidade de lagartixas
CI/Steve Richards
Humanos conseguem imitar viscosidade de lagartixas



Pesquisadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte ( EUA ) criaram partículas ordenadas que aderem a praticamente qualquer superfície, como as patas da lagartixa. As descobertas, descritas na revista “Nature Materials”, têm potencial para permitir avanços em géis, pastas, alimentos, não tecidos e revestimentos, entre outras formulações.

Você viu?

Leia também: Descobertas supervespas na floresta africana

Os cientistas aproveitaram o caos acionado por líquidos para produzir micropartículas de polímeros moles com essa capacidade. “Usamos nanomanufatura ‘líquida’ para converter a maioria dos polímeros em partículas ramificadas após dissolver o polímero e misturar a solução rapidamente com outro líquido”, diz Orlin Velev, um dos autores do artigo publicado na revista.

Os ramos mais finos que cercam essas partículas formam uma coroa de nanofibras, acrescentou Velev , que distribuem sua viscosidade por forças moleculares de atração conhecidas como forças de Van der Waals (referência ao físico holandês Johannes Van der Waals, que as estudou e propôs sua existência).

Leia também: De braços abertos, bicho-preguiça pega carona em barco; veja vídeo

    O novo material é único não apenas em sua estrutura, mas também na maneira como é fabricado. “O uso de fluxo turbulento geralmente não é conhecido como uma maneira de fabricar estruturas organizadas”, disse Velev. “Aqui, estamos usando esse processo inerentemente caótico para criar estruturas hierárquicas.”

    O processo líquido usado para criar esses materiais funciona com muitos tipos de polímeros e, em geral, é eficiente e barato. Velev acrescentou que o processo de fabricação pode ser facilmente escalonado para produzir grandes quantidades de nanomaterial macio, o que geralmente é um desafio para a produção de materiais em micro e nanoescala.

      Veja Também

      Mais Recentes

        Comentários