Descoberta da Nasa em Marte pode revelar vestígios de vida extraterrestre; veja

Para pesquisador da Universidade de Buckingham, figuras encontradas representam alguns rastros deixado por criaturas que viveram em Marte
Foto: Reprodução/Nasa
Além dessa descoberta, NASA já tem missão marcada para estudar ionosferano final de janeiro

A internet foi à loucura depois de um tuíte da Nasa (Agência Espacial Norte-Americana) na semana passada. Durante uma visita ao planeta Marte para a realização de estudos, pesquisadores encontraram vestígios que evidenciaram pequenos ‘palitos’, muito semelhantes a ossos. Os adoradores de aliens se animaram com a notícia, já que traz a possibilidade da tão aguarda comprovação de vida extraterrestre.

Leia também: Homem dado como morto por três médicos "ressuscita" pouco antes de autópsia

No comunicado feito pela conta Curiosity Rover , os cientistas da Nasa  descrevem o achado marciano como sendo "cristais", porém, pediram para que os internautas aguardassem por informações mais concretas. "Cada uma tem cerca de um quarto de polegada de comprimento. Talvez sejam cristais. Ou podem ser minerais que preencheram espaços onde os cristais dissolveram-se. Fiquem ligados!”, escreveu a agência. 

Alarme falso?

Foto: Reprodução/Nasa
Para o pesquisador Barry DiGregorio, esses podem ser vestígios fossilizados de vida em Marte

Ao que tudo indica, as figuras são apenas marcas gravadas em uma rocha, e não criaturas alienígenas altas e finas. Entretanto, ainda há esperança: para o cientista da Universidade de Buckingham, Barry DiGregorio, esses podem ser vestígios fossilizados de vida em Marte.

O pesquisador afirma que essas marcas são muito parecidas com fósseis da era ordoviciana, que começou há cerca de 485 milhões de anos. "É notável a semelhança com os fósseis do Ordovicismo que estudei e fotografei aqui na Terra. Se não são fósseis, quais as outras explicações geológicas?", questionou ele ao jornal Metro .

Segundo o estudioso, os fósseis de rastreamento não são exatamente os restos de formas de vida, mas sim as impressões feitas por elas, o que inclui pegadas, rastros e até mesmo depósitos de fezes deixados por organismos antigos.

Leia também:Em overdose de Viagra, homem fica pelado em aeroporto e joga cocô em passageiros

Nova missão

Vale mencionar que a Nasa já tem uma missão marcada para o dia 25 de janeiro, data em que dois satélites serão lançados para estudar a temperatura ionosfera . A iniciativa tem como propósito descobrir como se dá a interação entre atmosfera superior da Terra e o espaço exterior. De acordo com o portal de tecnologia e ciência  Ars Technica , essa é a primeira vez que a equipe fará um caminho mais comercial e com custos reduzidos.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2018-01-08/nasa-fosseis-de-alien.html