Hipsters! Chimpanzés de baixo status ditam mais tendências entre o bando

Em grupos, chimpanzés de hierarquia mais baixa foram os mais copiados pelo bando, conseguindo aprimorar a técnica ensinada por pesquisador
Foto: Jenny Desmond
Estudo foi feito com 38 chimpanzés que deveriam aprender técnica de abertura de caixa para pegar pedaço de fruta

Nova pesquisa concluiu que chimpanzés com status mais baixo tem maior influência sobre o bando do que alguns machos alfa. No estudo, cientistas ensinaram uma técnica para abrir uma caixa a animais "menos poderosos" e a machos alfa, separando-os em grupos para ver quem seria mais copiado.

Leia também: "Parque dos Dinossauros" da vida real: cientistas de Harvard recriam mamute

Assim, concluíram que chimpanzés em grupos com uma fêmea de hierarquia baixa conseguiram copiar melhor o comportamento ensinado do que aqueles em grupos com machos alfa usando a mesma técnica.

Apesar disso, pesquisas anteriores apontavam que primatas em cativeiro eram mais suscetíveis a aprender de membros mais dominantes. Os cientistas ainda não sabem por que se comportaram de outra forma neste novo estudo.

Uma possibilidade é que, nesse caso, os animais estavam vigiando possíveis ameaças que viesse do alfa, e não sua técnica de abertura de caixa. “Machos alfa são grandes, poderosos e tendem a 'dar chiliques', então faz sentido vigiarem seus movimentos”, afirmou o primatologista da universidade escocesa de St. Andrews, doutor Stuart Watson.

Leia também: Homens podem ser condenados a cinco anos por matarem e comerem orangotango

Outra hipótese é que os animais de status mais baixo estão menos dispostos a copiar comportamentos benéficos na presença de primatas dominantes, sugeriu a primatologista da faculdade Franklin & Marshall, nos Estados Unidos, doutora Elizabeth Lonsdorf.

Para conduzir a pesquisa, Dr. Watson estudou 30 primatas, separados em quatro grupos. Foram treinados dois machos alfa e duas fêmeas de baixo ranking, e cada um deles foi colocado em um grupo diferente. Ele usou uma caixa com dois pedaços de fruta e ensinou os animais como pegarem apenas um pedaço.

Leia também: Duelo de titãs: cobras venenosas são flagradas em batalha de vida ou morte

As duas fêmeas de menor poder hierárquico que estavam em dois grupos diferentes foram capazes de aprimorar a técnica e aprenderam como pegar os dois pedaços de fruta ao invés de um só. Em um grupo, o comportamento foi copiado por um macho alfa enquanto no outro, fêmeas de status mais altos imitaram a técnica.

O Dr. Watson não sabe dizer se chimpanzés de ranking baixo são mais capazes de desenvolver comportamentos mais inteligentes, mas acredita que seja possível, já que recebem menos comida do bando e precisam encontrar novas formas de se alimentar.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/2017-02-24/chimpanzes.html