Tamanho do texto

Estudo publicado pela revista Nature nesta quarta-feira (16) defende existência de oceano de até duzentos quilômetros na superfície de Plutão

Foto da superfície de Plutão: planeta-anão pode ter oceano gigantesco congelado, segundo cientistas da Nasa
Divulgação/Nasa - 17.11.2016
Foto da superfície de Plutão: planeta-anão pode ter oceano gigantesco congelado, segundo cientistas da Nasa

Imagens feitas por uma sonda da Agência Espacial norte-americana, Nasa, em 2015, trouxeram especulações sobre a possibilidade de Plutão ter um oceano subterrâneo congelado. Segundo os indícios encontrados pela Sputinik Planitia, o planeta pode ter uma enorme bacia de água congelada de vários quilômetros.

+Cientistas dizem ter evidências de um novo planeta no Sistema Solar

Segundo a agência divulgou nesta quarta-feira (16), fotografias de Plutão tiradas pela sonda New Horizons em 2015 podem ter revelado, pela primeira vez, a existência de uma enorme bacia de água com 200 quilômetros de gelo. A notícia foi divulgada em artigos publicanos pela revista científica “Nature”, das Universidades do Arizona e da Califórnia, dos Estados Unidos.

A publicação diz que, sob a superfície, pode haver um oceano feito de gelo e de água em uma consistência viscosa. De acordo com os estudos feitos pelos cientistas a partir das imagens, o oceano pode ter, inclusive, ajudado a modelar e mudar a estrutura do planeta-anão, criando algumas rachaduras na superfície e tensão na sua crosta.

Além disso, os especialistas também afirmaram que enorme quantia de água congelada pode ter causado influência na orientação do planeta-anão e que, ainda, pode ter a mesma função no futuro.

Apesar da hipótese do mar gigante subterrâneo não ser exatamente nova , o que muda com as notícias desta quarta é a relevância recebida pelos estudos, já que são baseadas em imagens reais.

Por fim, os cientistas acreditam que a Sputnik Planitia pode ter se deslocado ao longo do tempo por causa das variações de acúmulo do gelo na sua bacia. Outra causa dessas mudanças são as marés causadas pela lua Caronte, que é a mais próxima do planeta-anão, entre as cinco que o orbitam. As luas são chamadas de Caronte, Estige, Nix, Cérbero e Hidra.

+ Imagens da Nasa mostram a Lua atravessando o planeta Terra

Plutão é um planeta-anão do Sistema Solar, sendo o nono maior e o décimo mais massivo objeto observado na órbita do Sol. É o maior membro do chamado cinturão de Kuiper, que ficam além da órbita de Netuno. Desde 2006, deixou de ser considerado um planeta – classificação que levava desde sua descoberta em 1930, por Clyde Tombaugh.

*Com informações da Ansa e Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.