Tamanho do texto

O Tribunal de Justiça de São Paulo negou recurso ao deputado Ciro Gomes (PSB-CE) no processo em que ele foi condenado a indenizar a família do ex-governador de Goiás e ex-ministro da saúde Henrique Santillo, morto em 2002. Em 1995, em entrevista, Ciro insinuou que Santillo era corrupto.

O ex-ministro foi à Justiça, reclamando indenização por danos morais. A decisão de primeira instância foi dada pela 32ª Vara Cível, em 2004. Ciro pretendia que o TJ anulasse a penhora de um apartamento seu em Fortaleza. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.